quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

E SE O QUE VALESSE FOSSE PÚBLICO NO ESTÁDIO, A FERROVIÁRIA CAIRIA?






FERROVIÁRIA EM CAMPO consultou os boletins financeiros divulgados pela Federação Paulista de Futebol em seu site oficial (futebolpaulista.com.br), referentes às oito primeiras rodadas do Paulistão para ver como vão os clubes de elite quando se trata de total de público pagante em seus estádios.

Como é o público dos jogos da Ferroviária atuando na Fonte Luminosa, comparado ao dos outros 15 participantes quando atuam em casa?

Por enquanto, a Ferroviária coloca-se em 13º lugar no quesito público, quando manda os jogos pelo Paulistão.

Ferroviária x Santos - maior público, na Fonte, do Paulistão 2018

Em quatro jogos realizados na Fonte Luminosa, a Locomotiva sensibilizou um total de 10.247 pagantes, ficando à frente de Bragantino (14º com 9.901), Red Bull Brasil (15º com 9.478) e Ituano (16º com 8.859).

A se observar o fato de que o São Bento já fez um jogo a mais que os demais (cinco) e o Santos, um a menos (três), em seus domínios.
Se o critério de público nos estádios fosse determinante para o rebaixamento, a Ferroviária escaparia, mas a luta seria tão complicada quanto vem sendo na obtenção de pontos.

Eis a atual distribuição dos 16 integrantes do Campeonato Paulista da Série A1 no item “público pagante”, na qual salta à vista a liderança destacada do Palmeiras, que totalizou 121.816 pagantes em suas partidas no Allianz Parque, contra 90.822 do segundo colocado, o Corinthians, quando se exibe no Estádio de Itaquera ou no Pacaembu. Quase 31 mil torcedores a mais, em quatro jogos.

1º - Palmeiras, 121.816 pagantes

2º - Corinthians, 90.822

3º - São Paulo, 77.191

4º - Botafogo, 28.966

5º - Santos, 25.282 (um mando a menos que os demais)

6º - Mirassol, 23.316

7º - São Bento, 20.585 (um mando a mais que os demais)

8º - Novorizontino, 16.242

9º - Santo André, 15.598

10º - Linense, 13.706

11º - Ponte Preta, 13.229

12º - São Caetano, 12.106

13º - FERROVIÁRIA, 10.247

14º - Bragantino, 9.901

15º - Red Bull Brasil, 9.478

16º - Ituano, 8.859

Se o público presente nos estádios fosse determinante para a apuração dos rebaixados, ia ser um tal de correr atrás de garrafas pet que não acabava mais...

Torcida Palmeiras - 1º colocado

Corinthians x São Paulo - 2º e 3º colocados

Torcida Botafogo - 4º  colocado


Fonte:

Site oficial da Federação Paulista de Futebol (futebolpaulista.com.br)

Fotos: Internet e "Ferroviária em Campo"

Pesquisa, elaboração e edição:Vicente Henrique Baroffaldi e Paulo Luís Micali 

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

DESDE A VOLTA À ELITE, A FERROVIÁRIA VEM SE IGUALANDO AOS GRANDES, NOS CONFRONTOS DIRETOS



  
Em que pese estar sempre ameaçada pelo rebaixamento, desde que voltou ao Paulistão, em 2016, a Ferroviária tem se igualado aos grandes que vem enfrentando: Corinthians, Palmeiras e Santos. Até agora, a Locomotiva não se deparou com o São Paulo, o que acontecerá no próximo domingo, dia 25.02.2018.

Então...

Contra o Corinthians, a Ferroviária empatou, ganhou e perdeu.

Contra o Santos, perdeu, ganhou e empatou.

E contra o Palmeiras, ganhou e perdeu.

Portanto...

Em oito jogos realizados contra os grandes paulistas, a Ferroviária ganhou três, perdeu três e empatou dois.

Só leva desvantagem em gols marcados: foram 11 contra 15 dos fortes oponentes.

Eis a sequência dos embates sustentados pela Ferroviária, no Paulistão, contra os grandes, a partir de 2016:

Palmeiras 1 x 2 Ferroviária - 2016


Paulistão de 2016:

21.02.2016 – Ferroviária 2 x 2 Corinthians (Gols da AFE: Juninho marcou os dois)

28.02.2016 – Palmeiras 1 x 2 Ferroviária (Gols da AFE: Fernando Gabriel, de falta, e Rafinha)

31.03.2016 – Santos 4 x 1 Ferroviária (Gol da AFE: Tiago Marques)

Santos 0 x 1 Ferroviária -  2017


Paulistão de 2017:

18.02.2017 – Santos 0 x 1 Ferroviária (Gol da AFE: Leandro Amaro)

25.02.2017 – Palmeiras 4 x 1 Ferroviária (Gol da AFE: Alan Mineiro, de pênalti)

19.03.2017 – Ferroviária 1 x 0 Corinthians (Gol da AFE: Alan Mineiro)

Ferroviária 2 x 2 Santos - 2018


Paulistão de 2018 (parcial):

24.01.2018 – Corinthians 2 x 1 Ferroviária (Gol da AFE: Léo Castro)

10.02.2018 – Ferroviária 2 x 2 Santos (Gols da AFE: Léo Castro e Luan)

Para completar os jogos contra os grandes, no Paulistão de 2018:
25.02.2018 – São Paulo    x    Ferroviária

Para seguir a igualdade, terá de acontecer um empate no Morumbi, domingo que vem, o que não seria nada mal, dada a situação preocupante dos grenás no atual certame.

Corinthians 2 x 1 Ferroviária - 20189


RESUMO DE FERROVIÁRIA X GRANDES, NO PAULISTÃO
PERÍODO: 2016 a 2018



Ferroviária 2 x 2 Santos - 2018

ARTILHEIROS AFEANOS CONTRA OS GRANDES

Alan, Léo e Juninho

1º - Alan Mineiro, Léo Castro e Juninho, 2

4º - Fernando Gabriel, Rafinha, Tiago Marques, Leandro Amaro e Luan, 1



Fonte:
Acervo de “Ferroviária em Campo”

Fotos: Gazeta, Globo Esporte, Internet.

Pesquisa, elaboração e edição: Vicente Henrique Baroffaldi e Paulo Luís Micali

FERROVIÁRIA CONTRA OS CLUBES DE PRESIDENTE PRUDENTE





A representante de Araraquara no futebol profissional, desde 1951, todos sabem, é a Ferroviária. Mas, em se tratando de Presidente Prudente, essa mesma constância não se verifica, pois nenhum de seus representantes firmou posição durante muito tempo.

Primeiro foi o Esporte Clube Corinthians, que ganhou presença na divisão principal do futebol bandeirante em 1960 mas não se sustentou na honrosa posição. 

Disputou apenas o Paulistão daquele ano. Suas cores: preto e branco.



Depois viria a Associação Prudentina de Esportes Atléticos, que, embora permanecesse por vários anos na divisão de elite acabou também naufragando em 1967. 

Suas cores: vermelho, preto e branco.



Bem depois, já neste século (2010), surgiria o Grêmio Desportivo Prudente, que até então ostentava outro nome: Oeste Paulista Esporte Clube. 

Mas sua aparição seria meteórica e se desvaneceria muito rapidamente. Suas cores: vermelho e azul.

Assim, a cidade de Presidente Prudente mantém a sina de não ter um clube que marque constância e represente efetivamente bem o seu nome no cenário futebolístico. Quem mais tempo permaneceu na divisão principal do futebol paulista, dos clubes prudentinos, sem dúvida foi a Prudentina.

A Ferroviária jogou contra esses três adversários citados: Corinthians-PP, Prudentina e Grêmio Prudente. Não conheceu derrotas contra o Corinthians-PP e o Grêmio Prudente. Mas contra a Prudentina perdeu mais do que ganhou: 5 vitórias contra 6 derrotas.

Somados, os jogos entre AFE e representantes de Prudente chegam a 20. A Locomotiva se houve bem contra o Corinthinha e o Grêmio Prudente, mas ficou em desvantagem nos duelos com a Prudentina, contra quem chegou a sofrer cinco derrotas consecutivas, de 1964 a 1967, quando seu futebol declinava sensivelmente. No geral, a AFE ganhou mais que perdeu: 9 a 6. E marcou mais gols do que sofreu: 39 a 28.


FERROVIÁRIA X CLUBES DE PRESIDENTE PRUDENTE




OS 20 JOGOS ENTRE A FERROVIÁRIA E OS REPRESENTANTES DE PRESIDENTE PRUDENTE

(Nº de ordem – Data – Jogo – Finalidade – Artilheiros Afeanos)

1 – 25.02.1959 – Corinthians-PP 0 x 3 Ferroviária – Amistoso – Bazani, Boquita e Baiano
2 – 31.01.1960 – Prudentina 2 x 2 Ferroviária – Amistoso – (?)
3 – 17.07.1960 – Ferroviária 5 x 0 Corinthians-PP – Paulistão – Miranda, Bazani, Dudu, Baiano e Cotia (contra)
4 – 25.09.1960 – Corinthians-PP 2 x 2 Ferroviária – Paulistão – Miranda (2; o segundo, de pênalti)
5 – 15.03.1962 – Ferroviária 3 x 1 Prudentina – Amistoso – Parada (2) e Laerte
6 – 18.03.1962 – Prudentina 2 x 4 Ferroviária – Amistoso – Dudu, Peixinho, Benny e Mário
7 – 29.07.1962 – Prudentina 2 x 1 Ferroviária – Paulistão – Peixinho
8 – 06.12.1962 – Ferroviária 4 x 1 Prudentina – Paulistão – Bazani (2), Wilson e Peixinho
9 – 12.05.1963 – Prudentina 0 x 0 Ferroviária – Paulistão
10 – 06.11.1963 – Ferroviária 3 x 0 Prudentina – Paulistão – Peixinho (2) e Dudu
11 – 13.09.1964 – Ferroviária 0 x 3 Prudentina – Paulistão 
12 – 29.11.1964 – Prudentina 4 x 0 Ferroviária – Paulistão
13 – 19.09.1965 – Ferroviária 2 x 3 Prudentina – Paulistão – Bazani (pênalti) e Felício
14 – 12.12.1965 – Prudentina 2 x 0 Ferroviária – Paulistão
15 – 10.07.1966 – Corinthians-PP 1 x 1 Ferroviária – Campeonato Paulista da Primeira Divisão – Téia
16 – 18.09.1966 – Ferroviária 3 x 2 Corinthians-PP – Campeonato Paulista da Primeira Divisão – Téia, Raimundinho e Passarinho
17 – 06.08.1967 – Prudentina 1 x 0 Ferroviária – Paulistão
18 – 05.11.1967 – Ferroviária 3 x 0 Prudentina – Paulistão – Almeida (3)
19 – 26.09.2010 – Grêmio Prudente 0 x 1 Ferroviária – Copa Paulista – Felipe
20 – 17.10.2010 – Ferroviária 2 x 2 Grêmio Prudente – Copa Paulista – Daniel (pênalti) e Walker


ARTILHEIROS GRENÁS

Peixinho
Bazani
Bazani e Peixinho, com cinco gols cada, foram os artilheiros maiores da Ferroviária nos confrontos contra os representantes da cidade de Presidente Prudente. Dudu, Miranda e Almeida marcaram três gols cada.


  
Fontes:
- Acervo de “Ferroviária em Campo”
- Wikipédia

Pesquisa, elaboração e edição: Vicente Henrique Baroffaldi e Paulo Luís Micali

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

LOCOMOTIVA, ANO XLVIII (1998)



Toco, Marcel, Tuti, Essinho, Marinho Rã, Fonseca, Didi e Julimar


A Ferroviária disputou, em 1998, o Campeonato Paulista da Série A3. Integrou o Grupo B, realizando oito jogos contra os componentes do Grupo A e 14 contra os do seu próprio grupo (em turno e returno). Nessa primeira fase, a Locomotiva terminou sua participação em primeiro lugar no seu grupo, somando 45 pontos (com 13 vitórias, 6 empates e 3 derrotas; 46 gols a favor e 30 contra). 

Na segunda fase, integrando o grupo D, o time não correspondeu à expectativa de sua torcida, perdendo duas vezes para o Taubaté e terminando em terceiro lugar. Somente o primeiro classificado (o próprio Taubaté) se qualificou para a decisão contra o primeiro qualificado do grupo C, o São Caetano. Na final do campeonato, o São Caetano derrotou duas vezes o Burro da Central e se sagrou campeão.

Embora não atingindo a meta de voltar para a Série A2, a Ferroviária conseguiu permanecer na A3.


NÚMEROS GERAIS

A Ferroviária colheu números favoráveis no cômputo geral de sua campanha. Somou 15 vitórias contra apenas 5 derrotas, além de 8 empates. Marcou 52 gols e sofreu 37.

Jogos
Vitórias
Empates
Derrotas
GP
GC
SG
28
15
8
5
52
37
15


ARTILHEIROS

1º - Didi, 14 gols

2º - Essinho, 6

3º - Nei Bala, Celinho e Alex, 5

6º - Marinho Rã, 4

7º - Emerson e Toco, 3

9º - Márcio, Monga e Helinho, 2

12º - Fonseca, 1


DADOS GERAIS DO ARTILHEIRO DESTACADO DA FERROVIÁRIA

Com 14 gols, Didi se destacou na artilharia grená no certame bandeirante de 1998.

Didi
Seus dados pessoais:

Nome completo – Jurandir Justino dos Santos

Data de nascimento – 4 de setembro de 1974

Cidade natal – Francisco Alves (PR)

Didi jogou em diversos clubes brasileiros, inclusive no Clube de Regatas do Flamengo. Demais clubes: Joinville, Blumenau, Figueirense, Náutico, União (SP) e Caxias. Didi defendeu a Seleção Brasileira de Juniores.


OS 28 JOGOS DA FERROVIÁRIA EM 1998


Campeonato Paulista – Série A3

(Nº de ordem – Data – Jogo – Autores dos gols afeanos)

1 – 08.02.1998 – São Caetano 3 x 3 Ferroviária – Celinho, Essinho e Didi
2 – 15.02.1998 – Ferroviária 5 x 3 Taubaté – Essinho, Didi, Alex, Nei Bala e Marinho Rã
3 – 21.02.1998 – Ferroviária 5 x 2 Atlético Sorocaba – Didi, Alex, Nei Bala, Fonseca e Essinho
4 – 01.03.1998 – São Bento 1 x 0 Ferroviária
5 – 08.03.1998 – Ferroviária 0 x 0 Nacional
6 – 14.03.1998 – Rio Preto 5 x 1 Ferroviária – Marinho Rã
7 – 22.03.1998 – Ferroviária 2 x 1 Mauaense – Nei Bala e Didi
8 – 29.03.1998 – União Mogi 0 x 3 Ferroviária – Márcio e Didi (2)
9 – 05.04.1998 – Garça 1 x 2 Ferroviária – Didi e Emerson
10 – 12.04.1998 – Ferroviária 3 x 1 Jaboticabal – Monga, Helinho e Alex
11 – 19.04.1998 – Ferroviária 1 x 0 CAT (Taquaritinga) – Nei Bala
12 – 26.04.1998 – Inter de Bebedouro 1 x 1 Ferroviária – Emerson
13 – 03.05.1998 – Ferroviária 3 x 1 XV de Jaú – Didi (2) e Celinho
14 – 10.05.1998 – Bandeirante 0 x 1 Ferroviária – Celinho
15 – 17.05.1998 – Ferroviária 2 x 2 Olímpia – Celinho e Marinho Rã
16 – 24.05.1998 – Ferroviária 3 x 0 Garça – Alex (pênalti), Toco e Emerson
17 – 31.05.1998 – Jaboticabal 3 x 2 Ferroviária – Alex e Helinho
18 – 07.06.1998 – CAT (Taquaritinga) 1 x 2 Ferroviária – Essinho e Márcio
19 – 11.06.1998 – Ferroviária 2 x 1 Inter de Bebedouro – Didi e Nei Bala (falta)
20 – 14.06.1998 – XV de Jaú 1 x 1 Ferroviária – Didi
21 – 21.06.1998 – Ferroviária 3 x 2 Bandeirante – Essinho, Toco e Monga
22 – 28.06.1998 – Olímpia 1 x 1 Ferroviária – Toco
23 – 05.07.1998 – Inter de Bebedouro 1 x 2 Ferroviária – Celinho e Essinho
24 – 12.07.1998 – Ferroviária 0 x 1 Taubaté
25 – 19.07.1998 – Nacional 0 x 0 Ferroviária
26 – 26.07.1998 – Ferroviária 1 x 0 Nacional – Marinho Rã
27 – 02.08.1998 – Taubaté 3 x 1 Ferroviária – Didi
28 – 05.08.1998 – Ferroviária 2 x 2 Inter de Bebedouro – Didi (2; 1 de pênalti)


JOGARAM NA FERROVIÁRIA EM 1998

Nilton, Tuti, Toco, Ti, Fonseca, Roberto Fonseca, Marcel, Márcio, Valmir, Alex, Emerson, Maurício Copertino, Julimar, Nei Bala, William Bernal, Vanderlei, Mauro Botelho, Celinho, Helinho, Didi, Marinho Rã, Essinho, Monga



Fontes:
- Acervo de “Ferroviária em Campo”
- Wikipédia

Fotos: "Ferroviária em Campo"

Pesquisa, elaboração e edição: Vicente Henrique Baroffaldi e Paulo Luís Micali

sábado, 17 de fevereiro de 2018

LOCOMOTIVA, ANO XLVII (1997)



 Em pé : Sérgio, Lino, Da Ilha, Marco Antônio, Ti, Naldo e Marlon (preparador físico) –
Agachados: Celso, Lê, Paulo Américo, Marquinhos e Tita 

Após ser rebaixada em 1996, da série A1 para a série A2 do Campeonato Paulista, e de ter permanecido inativa no segundo semestre daquele ano, a Ferroviária voltou à ativa em 1997 e seguiu sua curva descendente, sendo mais uma vez rebaixada, desta feita para a série A3. Problemas financeiros se avolumando e futebol decaindo marcaram a temporada. A campanha no certame bandeirante foi fraca. O time ganhou, em campo, apenas quatro vezes contra 10 derrotas, além de sete empates. 28 gols foram marcados, 35 sofridos. A AFE contabilizou mais uma vitória, uma vez que o empate contra o Noroeste, na abertura do campeonato, foi transformada em vitória pelo Tribunal. Aos 36 minutos do segundo tempo, o jogo foi encerrado porque o time noroestino ficou reduzido a seis jogadores.

Até nos amistosos aconteceu o vexame: das sete partidas, a AFE venceu apenas uma, empatou outra e perdeu cinco. Marcou nove gols contra 19 dos adversários.

Realmente, um ano para ser esquecido pelos torcedores afeanos.


Competições..........
J
V
E
D
GP
GC
SG
Camp. Paulista, série A2
22
5
7
10
28
35
-7
Amistosos
7
1
1
5
9
19
-10
TOTAL
29
6
8
15
37
54
-17


CAMPEONATO PAULISTA, SÉRIE A2

(Nº de ordem – Data – Jogo – Autores dos gols da Ferroviária)

1 – 23.02.1997 – Ferroviária 1 x 1 Noroeste – Lê – A AFE ganhou os pontos no Tribunal.
2 – 02.03.1997 – Paraguaçuense 4 x 2 Ferroviária – Marco Antônio e Paulo Américo
3 – 05.03.1997 – Ferroviária 1 x 1 Novorizontino – Ti
4 – 16.03.1997 – Ferroviária 3 x 0 Matonense – Lê (2) e Marco Antônio
5 – 24.03.1997 – Francana 2 x 2 Ferroviária – Paulo Américo (2)
6 – 27.03.1997 – XV de Jaú 1 x 1 Ferroviária – Paulo Américo
7 – 30.03.1997 – Ferroviária 0 x 0 Comercial
8 – 06.04.1997 – Corinthians-PP 2 x 1 Ferroviária – Da Ilha
9 – 13.04.1997 – XV de Piracicaba 2 x 1 Ferroviária – Lê
10 – 16.04.1997 – Ferroviária 1 x 1 Sãocarlense – Antônio Carlos
11 – 20.04.1997 – Ituano 1 x 0 Ferroviária
12 – 27.04.1997 – Ferroviária 1 x 1 Paulista – Celso
13 – 01.05.1997 – Ferroviária 0 x 2 Bragantino
14 – 04.05.1997 – Ponte Preta 2 x 0 Ferroviária
15 – 11.05.1997 – Ferroviária 3 x 3 Santo André – Maicon (2) e Antônio Carlos
16 – 18.05.1997 – Ferroviária 2 x 0 XV de Piracicaba – Paulinho Goiano (pênalti) e Celso
17 – 25.05.1997 – Sãocarlense 1 x 3 Ferroviária – Maicon, Paulinho Goiano (pênalti) e Robson
18 – 29.05.1997 – Ferroviária 2 x 1 Ituano – Robson e Juliano
19 – 01.06.1997 – Paulista 2 x 1 Ferroviária – Robson
20 – 04.06.1997 – Bragantino 3 x 2 Ferroviária – Darci e Juliano
21 – 07.06.1997 – Ferroviária 1 x 2 Ponte Preta – Emerson
22 – 15.06.1997 – Santo André 3 x 0 Ferroviária


AMISTOSOS

1 – Guarulhos 2 x 2 Ferroviária – Toco e Valdo
2 – Barra Bonita 1 x 2 Ferroviária – Burguês (2)
3 – União São João 2 x 1 Ferroviária – Marcão (pênalti)
4 – Mogi Mirim 7 x 2 Ferroviária – Fabinho e Naldo
5 – Inter de Limeira 4 x 1 Ferroviária – Marco Antônio
6 – Rio Preto 2 x 1 Ferroviária – Fabinho
7 – Mirassol 1 x 0 Ferroviária


ARTILHEIROS DA FERROVIÁRIA NO CAMPEONATO PAULISTA


1º - Lê e Paulo Américo, 4

3º - Robson e Maicon, 3

5º - Marco Antônio, Antônio Carlos, Celso, Paulinho Goiano e Juliano, 2

10º - Ti, Da Ilha, Darci e Emerson, 1



JOGARAM NA FERROVIÁRIA EM 1997

Tuti, Sérgio, Ti, Paulinho Goiano, André, Frei, Lino, Marco Antônio, Marcel, Toco, Charles, Danilo, Emerson, Wilson Carrasco, Celso, Anderson, Marquinhos, William, Tita, Paulo Américo, Darci, Lê, Amilton, Juliano, Robson, Burguês, Maicon, Fabinho, Antônio Carlos, Da Ilha, Chocolate


Fonte:
Acervo de “Ferroviária em Campo”
Foto: “Ferroviária em Campo”

Pesquisa, elaboração e edição: Vicente Henrique Baroffaldi e Paulo Luís Micali